Eder Miguel Fala da Nova Música e Do Novo Disco Solo na Band FM

Cantor esteve na Band FM e falou dos quatro anos de carreira solo

Há quatro anos na carreira solo e mais de 20 anos de experiência, o cantor Eder Miguel comemora o sucesso da música “Sintoma de Amor”, do segundo álbum do cantor, que tem grande aceitação nas rádios de todo o país.

Em visita a Band FM de Catanduva na manhã da última segunda-feira (28) para a divulgação do novo álbum, o cantor falou sobre a carreira, das referências musicais e dos 15 anos em que ficou no grupo de pagode Doce Encontro.

Natural de São Paulo, Eder Araújo Borges dos Santos, é mais conhecido como Eder Miguel, em homenagem ao cantor mexicano Luis Miguel. “Me inspiro muito neste grande cantor que é o Luis Miguel”, adianta. Ele ainda é fã de Michael Jackson. “Michael Jackson foi uma grande referência na minha vida, foi ele quem me mostrou a música, quando tinha entre sete e oito anos. Além do samba e pagode dos anos 90, como Raça Negra, Katinguelê, Fundo de Quintal, entre outros, que me inspiram até hoje na estrada”, completa.

Eder começou a cantar aos nove anos de idade, quando passou a se apresentar em casas de shows, mesmo com a desaprovação da mãe, no início, aos poucos ele foi conquistando espaço na música. “Minha mãe tinha medo, pois eu era menino e já estava saindo para cantar a noite, mas com o tempo ela percebeu que tinham pessoas responsáveis e que iam cuidar de mim”, explica.

Outra vivência ainda na infância que o convenceu a seguir na música foi participar da escola Mocidade Alegre, que até hoje é a sua escola de samba de coração. “Acompanhava os ensaios e foi lá que tive referências maravilhosas”, completa.

Já na música profissionalmente, um dos momentos mais marcantes foi dividir o palco com o cantor Péricles. “Foi uma honra cantar com ele, que tem uma grande voz e é um dos ícones da música brasileira. Eu até me emocionei”, conta.

Quando ele decidiu seguir carreira solo, após 15 anos no grupo de pagode Doce Encontro, Eder conta que não teve reprovação do grupo e o apoio surgiu inclusive do público que acompanhava o trabalho. “Eu serei sempre grato pelo grupo, que me apoiaram desde o início. Foi difícil, afinal, o grupo é como um casamento, que também enfrenta momentos difíceis, mas chega um tempo que cada um tem que seguir o seu caminho e foi o que aconteceu”, conta. O grupo Doce Encontro tem como música de maior sucesso o hit “Lugares Proibidos”.

SEGUNDO DISCO O segundo disco, que vem com o nome do cantor traz a música “Sintoma de Amor”, escritor por Rafa Brito e Eder conta que a música estava presente na vida dele desde o primeiro álbum.

“Essa música foi um presente e caiu como uma luva, e faz parte da minha vida desde a gravação do primeiro CD, porém, na hora não entrou. Mas dessa vez, fiz questão de trabalhar melhor na música e colocá-la nesse CD”, explica. “A escolha foi unânime e está sendo muito bem aceito nas rádios”, completa ao falar do sucesso que a música vem fazendo nas rádios.

Nos shows, o cantor interpreta músicas do primeiro CD e as inéditas, além de cantar músicas consagradas. “Temos feito releituras de grandes músicas, como Diga sim pra mim, Noites com Sol, Meu Plano, entre outros”, explica. O público ainda confere grandes sucessos do Raça Negra, Só Para Contrariar, Fundo de Quintal, entre outros.

Informações sobre o cantor e contato pelas Redes Sociais podem ser encontradas no site oficial: www.edermiguel.com.

Fonte e Foto: Jornal O Regional


  • 95x30
  • 95x30
  • 95x30
  • 95x30
  • 95x30
  • 95x30
  • 95x30
  • 95x30
  • 95x30
  • 95x30
  • 95x30
  • 95x30
450x140